Marketing de Conteúdo: a história do guia michelin

marketing de conteudo

Entregar valor à audiência é a regra nº1 do marketing de conteúdo.

Tal implica produzir conteúdo que a audiência quer ouvir. Quanto mais a audiência se identificar com esse conteúdo, maior impacto a marca terá.

Este princípio deita por terra o ‘velhinho’ marketing transacional, focado apenas no produto e nos seus atributos e benefícios.

O Guia Michelin (criado no início de 1900) é um dos primeiros registos de uma empresa produzindo conteúdo informativo para vender.

Desenvolvido por uma fabricante de pneus, o guia trouxe dicas de bons hotéis e restaurantes para se conhecer e frequentar.

O grande objetivo do criador deste guia era fazer com que as pessoas viajassem mais com os seus automóveis e, desta forma, sentissem necessidade de trocar mais rapidamente os seus pneus, sendo que, quando chegasse esse momento, elas recordar-se-iam da marca Michelin.

Na nossa opinião, esta visão de longo prazo e o foco no consumidor (numa perspetiva holística do mesmo) será sempre aquilo que balizará as marcas transformacionais (potencialmente ‘love brands’) das marcas meramente transacionais.

Sobre marketingdigitalretalho@portugalmail.pt 33 artigos
Inovação ... Paixão ... Responsabilidade ... são os meus valores fundamentais… O enorme apetite por inovação e comunicação, combinado com a experiência no setor do retalho, conduziu-me à especialização em marketing e, actualmente, em marketing digital. No meu blog, escrevo sobre o que me apaixona: Marketing Digital, Marcas, Retalho, Moda e Tecnologia. (Especialidades: Marketing Digital, Marketing de Retalho, Social Media, SEO Copywriting, Key Account management B2B). https://pt.linkedin.com/in/anacanavarro

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*